in ,

Procuradora do Ministério Público confirma que porteiro mentiu sobre Bolsonaro

Simone Sibilio, que é procuradora do Ministério Público, confirmou que o porteiro mentiu ao envolver o nome de Bolsonaro no caso Marielle. Ela, que é chefe do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), disse isso em depoimento à Polícia Civil.

Segundo Simone, foi Ronnie Lessa quem autorizou a entrada de Élcio de Queiroz no condomínio. Élcio, que é suspeito do caso Marielle, e Ronnie foram presos em março deste ano.

Porteiro mentiu

“Pode ter sido um equívoco, pode ter sido por vários motivos que o porteiro mencionou a casa 58 (de Jair Bolsonaro). E eles serão apurados”, disse a promotora.

“As gravações comprovam que Ronnie Lessa é quem autoriza a entrada do Élcio. E, em depoimento, eles omitiram diversas vezes que estiveram juntos no dia do crime. O porteiro mentiu, e isso está provado por prova técnica”, afirmou Simone Sibilio.

Escrito por Rakel Liver

Meu nome é Raquel oliveira. Formada em jornalismo e sou escritora em portais de notícias desde 2016. Já fui redatora do site Blasting News. Escrevo sobre famosos, curiosidades e principais notícias que estão bombando no Brasil e no mundo.

Email: raqueloliver605@gmail.com