in

Não só os cristãos, os muçulmanos também estão irritados com o Porta dos Fundos

O filme ‘Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo’, que é um Especial de Natal da Netflix, vem irritando os cristãos nos últimos dias. A produção fala sobre um ‘jesus gay‘, um ‘Deus mentiroso’, um ‘José corno’ e entre outros temas.

Mas não é só os cristãos que estão irritados com os atores do Porta dos Fundos, os muçulmanos também não gostaram da brincadeira.

A Anaji (Associação Nacional dos Juristas Islâmicos), por meio de seu presidente, Girrad Mahmoud Sammour, engrossou a coalizão ecumênica contra Porta dos Fundos/Netflix.

O filme ‘Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo’ irrita muçulmanos

Ao contrário do que muitos pensam, os muçulmanos acreditam que Jesus existiu e que ele é um dos mensageiros de Deus. Os muçulmanos não acreditam que Jesus foi crucificado e nem que ele é possa ser um Deus. Portanto, os slamistas também não querem que Jesus vire motivo de piada.

Os juristas muçulmanos, que têm Jesus como profeta, afirmam que a Constituição brasileira “deixa bem claro a proteção e respeito ao Sagrado”.

Escrito por Rakel Liver

Meu nome é Raquel oliveira. Formada em jornalismo e sou escritora em portais de notícias desde 2016. Já fui redatora do site Blasting News. Escrevo sobre famosos, curiosidades e principais notícias que estão bombando no Brasil e no mundo.

Email: raqueloliver605@gmail.com