in

Mulher, que tomou vacina contra a COVID-19, desabafa sobre sintomas: ‘Estou com febre e muita dor’

Jackeline Desiderrio, da ONG Humanid’Aids, é uma das voluntárias que tomaram vacina da Oxford contra o novo coronavírus. Ela revelou que se inscreveu para tomar a vacina por um link da internet: “Depois da picada, que quase não doeu, me encaminharam para a sala de observação”, disse ela.

Jackeline revelou que no dia seguinte começou a se sentir mal:

“Em casa, tive uma noite tranquila. Mas, já pela manhã, comecei a me sentir indisposta, com uma enorme moleza no corpo, muito sono, cansaço e febre de 38 graus. Em seguida, meu corpo inteiro começou a doer; e os olhos, a lacrimejar. Fora a dor no braço que é absurda, mal posso levantá-lo”, disse.

“Terei que voltar ao Instituto D’Or periodicamente para fazer os exames e ver a resposta do meu corpo em relação à vacina. Mas estou muito feliz por ter participado de um projeto tão importante, que pode exterminar, de vez, esse vírus. Se tudo der certo – e eu acredito nisso! –, logo o mundo todo estará livre desse pesadelo.”, finalizou.

Escrito por Rakel Liver

Meu nome é Raquel oliveira. Formada em jornalismo e sou escritora em portais de notícias desde 2016. Já fui redatora do site Blasting News. Escrevo sobre famosos, curiosidades e principais notícias que estão bombando no Brasil e no mundo.

Email: raqueloliver605@gmail.com